Como doar

A doação poderá ser realizada em qualquer mês do ano, mas somente poderá ser deduzia do Imposto de Renda devido quando o contribuinte realizar a Declaração de Ajuste Anual (referente ao ano-calendário em que a doação ocorrer), efetuada apenas no ano seguinte. A titulo de exemplificação imagine que o contribuinte X realizou doação ao Fundo no dia 30 de janeiro de 2016.
A doação só poderá ser deduzida na Declaração de Ajuste Anual de 2017 (que acontece no final de abril), referente ao ano-calendário de 2016. Portanto, como a doação ocorre antes de doador (pessoa física ou jurídica) apurar o imposto devido, é essencial que, antes da doação, o contribuinte faça uma estimativa do valor do imposto devido, para que o valor doado seja o mais próximo possível do percentual legal que poderá ser devido.
A participação, por meio de contribuições em valores, poderá ocorrer, a critério do doador, na forma de múltiplas doações durante o ano ou por uma única contribuição anual. Contudo, qualquer doação que ultrapasse os limites legais estabelecidos não poderá ser deduzida nas declarações posteriores do Imposto de Renda.

 

PASSOS PARA DOAÇÃO
O contribuinte poderá efetuar a doação por meio de depósito em conta corrente do Fundo, DOC ou TED, que deverá ser preenchido com os seguintes dados:

 

Banco do Brasil (001)
Agência: 3563-7
Conta Corrente: 8539-1
Favorecimento: Fundo Municipal de Direitos do Idoso
CNPJ: 13.154.654/001-11